top of page

Servir o Senhor - Um Ato Consciente

Escrito por Paulo Pereira

 

A história do Povo Hebreu é toda ela uma grande odisseia, com inúmeros acontecimentos e todos tem por base central a Fé. A Fé de um Povo no seu Deus, uma história de sofrimento e alegrias, de profundo amor e traições, de episódios únicos, que testam a coragem e determinação do Povo Eleito, porque o Senhor só conta com aqueles que pelo percurso da sua vida, foram testados e provados, passaram pelo fogo da purificação, e foram obedientes à lei, e pelas suas obras e fé, lhe foram atribuídas as bênçãos do céus por retidão e justiça, “o exemplo de Abrão, quando por obediência às ordens do Senhor, ofertou seu filho Isaque, o que é à semelhança de Deus e seu Filho Unigênito (...).


Mas durante todo este percurso de tribulações não estiveram sozinhos, porque tudo o que aconteceu e acontece tem o propósito de preparar o povo para receber a sua herança, porque alguém que recebe uma grande herança e nada fez para a merecer, não sabe o que fazer com ela, e a desbarata em pouco tempo, porque não trabalhou e não sabe o valor da herança. E o desejo do Senhor, é ter um povo industrioso, criativo, trabalhador e integro, que respeite aquilo que o Senhor lhe dá, e verdadeiramente, só conheceremos todas as coisas, depois de descermos abaixo de todas as coisas, ou pela graça do Mestre, que fez esse percurso por nós.


Tal como o Senhor disse ao Profeta Joseph Smith Jr, quando este, estava na cadeia de Liberty, no Missouri

D&C 122 7 E se fores lançado na cova ou nas mãos de assassinos, e receberes sentença de morte; se fores lançado no abismo; se vagas encapeladas conspirarem contra ti; se ventos furiosos se tornarem o teu inimigo; se os céus se cobrirem de escuridão, e todos os elementos se unirem para obstruir o caminho; e acima de tudo, se as próprias mandíbulas do inferno escancararem a boca para tragar-te, sabe, meu filho, que todas essas coisas te servirão de experiência, e serão para o teu bem. 8 O Filho do Homem desceu abaixo de todas elas. És tu maior do que ele? 9 Portanto, persevera em teu caminho e o sacerdócio permanecerá contigo; pois os limites deles estão determinados e não podem ultrapassá-los. Teus dias são conhecidos e teus anos não serão diminuídos; portanto, não temas o que o homem possa fazer, pois Deus estará contigo para todo o sempre.
Jacó 4:7 Não obstante o Senhor Deus mostra-nos as nossas fraquezas a fim de que saibamos que é por sua graça e sua grande condescendência para com os filhos dos homens que temos poder para fazer estas coisas.
Jacó 4:8 “ Grandes e maravilhosas são as obras do Senhor (...)

Isso mesmo aconteceu, quando o Povo foi libertado do seu cativeiro no Egito, durante 40 anos vaguearam no deserto, vendo o Senhor, que eram um povo de dura cerviz, que murmuravam constantemente, contra Deus e seus representantes e líderes Moisés, Arão, entre outros, mesmo depois de assistirem a inúmeros milagres, rochas que foram fendidas e saia água, pão que caia do céu, mas mesmo assim, essa geração não se qualificou para entrar na terra prometida. Quando toda essa geração morreu, o Senhor incumbiu Josué para liderar o Povo do Senhor na sua entrada na Terra Prometida, contudo antes de atravessar o rio Jordão, Josué dirigiu-se à congregação no arraial e disse-lhes para decidirem naquele momento a quem queriam servir


Josué 24:15 - Escolhei hoje a quem servireis (...)


Hoje, tal como nos dias de Josué, nos é lançado o repto, “escolhei hoje a quem servireis” (...) “porém eu e a minha casa serviremos ao Senhor.” Josué 24:15


Porque também, agora nos nossos dias, somos chamados pelo Senhor, para trabalharmos na Sua obra, o que nos obriga a fazer escolhas, como não podemos estar nos dois lados do rio ao mesmo tempo, também não podemos servir a dois senhores ao mesmo tempo.

3 Nefi 13:24 Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de odiar um e amar o outro ou há de apegar-se a um e desprezar o outro. Não podeis servir a Deus e a Mamom.

ESCOLHER SERVIR O SENHOR, É UMA DECISÃO CONSCIENTE E DE GRANDE RESPONSABILIDADE, QUE IMPLICA FAZER CONVÊNIOS COM O ELE.


Pela obediência ás leis seremos justificados, e nos será imputada como retidão e justiça. Por isso “acreditamos em Cristo, seguimos a Cristo, adoramos o Pai em seu nome (...) guardamos a lei.


O Senhor diz que o evangelho do reino será pregado em todo o mundo:

Mateus 24:14 E este aevangelho do reino será pregado em todo o mundo, em testemunho a todas as nações, e então virá o fim.

Quando esteve entre nós,

Mateus 4:18 “o Senhor andando junto ao mar da Galileia, viu dois irmãos que lançavam as redes ao mar porque eram pescadores.
4:19 E disse-lhes: Vinde após mim.... e Eu vos farei pescadores de homens(...) homens humildes e de pouca instrução.

ENTÃO “DEIXANDO LOGO AS REDES, SEGUIRAM-NO”


Não questionaram o Senhor para onde vamos, ou o que vamos fazer, o que faço com o meu negócio, imediatamente o seguiram...


O Senhor tal como, quando fez o convite aos Apóstolos da Igreja Primitiva, sabia que eles, naquele momento, não estariam preparados para essa tão nobre e assombrosa obra, no entanto Ele diz, farei de vós pescadores de homens...


Tal como nos dias de Jesus Cristo na Terra, também hoje o convite está aberto e mantem-se, no entanto o Senhor tal como os Apóstolos da Igreja primitiva, conhece todas as nossas fraquezas e dificuldades, e sabe que não estamos ainda preparados, no entanto, à semelhança do que aconteceu no passado, também agora os céus se abriram e serão derramados sobre nós o conhecimento e as instruções necessárias que nos permitem atingir aquele nível de desenvolvimento espiritual, que nos torna irrepreensíveis diante dos céus.


E farei convosco(...) uma Sociedade Celestial,

“…Uma sociedade de santidade; onde seus cidadãos haveriam de viver, em seus corações, todos os princípios de pureza exigidos por Deus e ser um povo santo.” (Moisés 4:41)

Este desenvolvimento não será instantâneo, mas será fruto de um trabalho árduo, dedicado ao estudo e, de um coração devotado às coisas de Deus. No entanto devemos olhar para estas palavras dirigidas aos Apóstolos da Igreja Primitiva, Vinde após mim, e farei de vós pescadores de homens (...)


O que nos qualifica como trabalhadores para a sua obra está descrito em D&C 4


1 Agora eis que uma obra maravilhosa está para iniciar-se entre os filhos dos homens.

2 Portanto, ó vós que embarcais no serviço de Deus, vede que o sirvais de todo o coração, poder, mente e força, para que vos apresenteis sem culpa perante Deus no último dia.

3 Portanto, se tendes desejo de servir a Deus, sois chamados ao trabalho;

4 Porque eis que o campo já está branco para a ceifa; e eis que aquele que lança a sua foice com vigor faz reserva, de modo que não perece, mas traz salvação a sua alma;

5 E fé, esperança, caridade e amor, com os olhos fitos na glória de Deus, qualificam-no para o trabalho.

6 Lembrai-vos da fé, da virtude, do conhecimento, da temperança, da paciência, da bondade fraternal, da piedade, da caridade, da humildade, e da diligência.

7 Pedi e recebereis; batei e ser-vos-á aberto. Amém.


“VEDE, VEDE QUE O SIRVAIS DE TODO O VOSSO CORAÇÃO, MENTE E FORÇA” para que vos apresenteis sem culpa, perante Deus, no último dia.


Em D&C 133:7 O Senhor diz que é chegada a hora de abandonar a Babilónia (...)


Como refere Paulo em Efésios 3

1 “Por essa causa eu, Paulo, sou o prisioneiro de Jesus Cristo por vós, os gentios;” À semelhança de Paulo, também nós somos prisioneiros no Senhor; prisioneiros desta tão Nobre Causa, que é garantir o Estabelecimento de Sião, a Ordem Unida, uma Sociedade Celestial, garantir que o desejo do Senhor para estes dias, se cumpre, pois colocou sobre os nossos ombros, essa responsabilidade, podemos ser imperfeitos, mas como filhos obedientes e com toda a confiança no Senhor, iremos cumprir... porque é essa a nossa missão, missão essa, que recebemos ainda nos céus!
“E a unção que vós recebestes dele, fica em vós, e não tendes necessidade de que alguém vos ensine; mas, como a sua unção vos ensina todas as coisas, e é verdadeira, e não é mentira, como ela vos ensinou, assim nele permanecereis.” 1 João 2:27

e tendo nós, pela nossa fé, em tempos que não estão registados entre os homens, ainda, nem na nossa memória, nos qualificado para esta grandiosa obra que é um assombro, uma loucura aos olhos dos homens, porque não a entendem.


E, como diamantes raros, fomos colocados em diferentes países e em diferentes gerações, para sermos chamados no tempo determinado por Deus, para que a obra do Pai fosse estabelecida entre os homens, façamos então aquilo o que nos foi requerido, para que sejamos dignos desta grandiosa obra, busquemos as coisas de Deus.


Em D&C 75:2-5

2 Escutai, ó vós que destes vossos nomes para sair proclamando meu evangelho e para podar a minha vinha.

3 Eis que eu vos digo ser a minha vontade irdes sem demora e não serdes ociosos, mas trabalhardes com toda a força —

4 Levantando vossas vozes como que com o som de uma trombeta, proclamando a verdade conforme as revelações e mandamentos que vos dei.

5 E assim, se fordes fiéis, sereis carregados com muitos molhos e coroados com honra e glória e imortalidade e vida eterna.


os sentimentos de Caridade; Entusiasmo; de Espírito; Renúncia para suportar adversidades; Benignidade; Compaixão; Fé; Brandura e Autodomínio, qualificam-vos para esta obra.


Vivemos, falamos e pensamos diariamente na maior história de Amor desde que há registo no tempo e para além disso. Porque toda a história da humanidade assenta sobre o amor incondicional do Pai e de Seu Filho Unigénito por seus filhos, os filhos dos homens.


Sejamos homens honrados, honremos permanentemente nosso Pai e nossa mãe, honremos os nossos compromissos.


Na graça e no Amor de Jesus Cristo, Amém.


Tal como está no Hino 203

D&C 133


"Ó Élderes de Israel,

Comigo, buscai

Os justos de terras distantes chamai,

Em plagas longiquas, em todo lugar,

Fazendo-os vir a Sião repousar.

Adeus Babilónia, nós vamos partir;

Sagrada missão precisamos cumprir."

Posts recentes

Ver tudo

Kommentare


bottom of page